PF apreende 700 kg de peixes de comercialização proibida

Publicado por Monica Tereza Elshenawy em 22/05/2013 às 14h18

PF apreende 700 kg de peixes de comercialização proibida na Ceagesp.

Espécie corre risco de extinção e tem comercialização proibida pelo Ibama.

Duas empresas vendiam o pescado; proprietários foram detidos. 

A Polícia Federal apreendeu cerca de 700 kg de peixes de comercialização proibida na Ceagesp, na manhã da última terça-feira (21). A espécie recolhida é a rhinobatos horkelli, conhecida como cação-viola ou raia-viola, que corre sério risco de extinção. Duas pessoas foram presas na operação.

Após seis meses de investigação, a PF identificou duas empresas que comercializavam irregularmente a espécie na Ceagesp. Aproximadamente 38 peixes foram apreendidos e levados para a Superintendência da Polícia Federal, na Lapa, também na Zona Oeste da capital.

As empresas estavam regularizadas, mas agora estão sujeitas às sanções administrativas e multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Segundo a polícia, os responsáveis pelas empresas apresentaram notas fiscais, porém, elas não continham a espécie proibida.

Ainda de acordo com a polícia, os dois proprietários foram detidos e responderão, na medida de suas participações, por crime ambiental. As penas podem chegar a três anos de detenção ou multa.

Em nota, a Ceagesp informou que "embora a ação da Polícia Federal tenha sido realizada de surpresa, a fiscalização da Companhia prestou todo o apoio". A Ceagesp informou ainda que, desde 2010, não há registro de irregularidades desse tipo no pavilhão, onde são comercializados por dia cerca de 150 toneladas de pescado.

 

Cação-viola tem pesca proibida devido ao risco de extinção (Foto: Reprodução/PF)

 

 

 

 

 

 

 Fonte: G1

 

 

Enviar comentário

voltar para Blog

bsd b01s center|show bdt b01s|b01s bdt|bnull||image-wrap|news login|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|news login b01 bsd c05|c05 b01 bsd|b01 c05 bsd|content-inner||